terça-feira, 5 de março de 2013

Not Done Yet

Ninguém me disse. Alguém esqueceu de me contar sobre essa parte da história e eu não sei o que fazer agora. 
E quando o amor não é mais o suficiente? 
O celular marca 2:25, e eu não consigo dormir, rolando de um lado pro outro da cama observo as luzes da rua entrando pela janela, invadindo o quarto e mantendo-me mais alerta e acordada.. já não sei.. não faço sentido nem pra mim..
Eu não consigo parar de pensar nas tardes ensolaradas, o seu sorriso, o barulho das ondas, e aquela covinha que sorrateiramente se forma quando você sorri. Tive certeza que era amor
O que aconteceu então?
Esse amor continua o mesmo, se não maior.. E mesmo assim, não consigo achar uma maneira de nos salvar de um fim estupido, dolorido e difícil. 
Como é desistir do que mais se quis, do que mais se quer? Eu não consigo parar-de-pensar.
O pensamento continua inundado das tardes ensolaradas: de baixo de um edredom com a janela entreaberta ou sentindo a areia fazendo cócegas nos pés, a água do mar gelada, as mãos entrelaçadas, deitar no teu colo falando bobagem e imaginando o quanto ainda demoraria pra você ser meu. 
Só me faz acreditar que ainda tem esperança menino, que a gente consegue de algum jeito, de qualquer jeito. E já vi esse filme antes..
Eu sinto meu coração taquicárdico falhar cada vez que eu penso que não vou correr pro teu abraço mais, ou não olhar nos teus olhos quase verdes e sentir que são pra aqueles olhos que eu quero olhar - mais ou menos - pro resto da vida. 
Em nenhum momento eu duvidei do amor que eu sinto por você, menino.. Mas confesso, que mais de uma vez temi tanto amor não ser suficiente. Temi precisarmos de sentimentos que nos carecem.
Sinto o coração anunciar o que tenho evitado a meses.. A profunda essência de nós parece estar assim, tão perto de sumir. E dessa vez se tudo afundar, acho que irei junto. Não imagino mais um mundo sem as tardes ensolaradas que deitada no teu colo só pensava o quanto valeu toda espera, toda entrega, toda angustia.
Mas e agora? 

Se pudesse pedir algo seria justamente que nossa história não se torne só mais um "poderia ter sido.." carregado de boas lembranças e justificativas. Um ano inteiro de tentativas e erros, acertos e alívio, não pode ser simplesmente esquecido diante das dificuldades que certamente apareceram na hora errada. E honestamente, olhar pra você, pensando se seria aquela a ultima vez, tentando me ajustar num desapego completamente inexistente dentro de mim, tem doído mais e mais, e então você me abraça e eu esqueço tudo, tudo e torço que aquele meio minuto se transforme em meia vida, pra que eu tenha a oportunidade singular de realmente conhecer e pertencer a uma pessoa que mexeu comigo de um modo que ser vivo nenhum jamais imaginaria conseguir. Por essas e outras,  peço pela ultima vez menino:
Não deixe algo tão bonito ser levado com o vento.



Esse texto tem a contribuição de uma pessoa muito importante pra mim, que escreve maravilhosamente bem e sempre me inspira -de todas as formas- e eu não teria terminado sem ela. Então, muito obrigada Moni <3 

48 comentários:

Sofia Teixeira disse...

r: eu vi o teu comentário e fiquie deliciada, vou passar a seguir-te. Se gostares do meu podes sempre segui-lo.

Beijinhos ;)

Ghost e Bindi disse...

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d'água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados...


Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixe cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!"(Carlos Drummond de Andrade)

Lindo o seu texto, amiga.

Ghost e Bindi

Brunno Lopez disse...

Se o vento leva, por mais forte que seja, talvez não tenha sido bonito o suficiente.

Mas ainda que as histórias não terminem seguindo o roteiro perfeito, é preciso ter a sabedoria de aproveitar o durante.

Parabéns por descrever de um jeito envolvente, isso cativa.

Antônio LaCarne disse...

que lindo esse texto!

Keith Pappen disse...

Texto lindo, adorei. Beijão <3

@keithpappen
www.detalhesamor.blogspot.com

Amanda Souza disse...

Caramba, só lembrei do meu ex-namorado, lendo esse texto. No nosso final, realmente foi impossível adiar que o mais triste acontecesse. Mas faz parte da vida né? Fiquei bem triste na época, mas hoje só restam as cicatrizes, que tento ocultar de todas as formas, mas que ainda doem vez por outra. Lindo texto.
Beijinhos

Hipérboles
@hiperbolismos

Bandys disse...

Ola,
Seu blog tambem é lindo.

Amar é permitir sempre, amar é deixar que o outro vá — ou que fique, se assim o desejar. Amar é ter um respeito absoluto pela própria liberdade e pela liberdade do outro. Amar é compreender sempre. E isso não significa apenas entendimento racional, vai além, muito além: Amar é reconhecer afetuosamente o direito que o outro tem de fazer suas escolhas — mesmo que essas escolhas eventualmente me excluam.

Tomara que ele tenha ficado
beijos

(A)tormentos Singulares disse...

E o vento age por si só.
Quando ele leva, leva longe...
rsrs
Parabéns pelo texto.
Bjs
www.atormentossingulares.com

Alexandre Lucio Fernandes disse...

O coração afaga a alma com sentimentos bons. Alguns são tão intensos que não conseguem esvair. a esperança percorre sutil pelo peito. Ela declama e nos aclama. O desejo de ainda, de o brilho permanecer, o encanto reavivar. Coisas bonitas não podem ser levadas pelo vento.
Não.

Lindo texto Bianca!

ps: E olha, obrigado pelo comentário carinhoso no meu blog. Gostei muito. Espero que você volte mais vezes. O convite está feito.

Também gostei do seu blog, da escrita aqui. É o tipo de leitura que meu coração adora abraçar. Virei mais vezes, se tu permitir.

Beijos!

Ana Luísa disse...

Ei Bianca! :)
Obrigada pela visita no blog, adorei seu comentário, volte sempre!
E que texto lindo.. mas eu acho que se a paixão for verdadeira e forte o suficiente, não há vento que consiga levá-la!
Beijos!

Thalita Paiva disse...

Que LIN-DO! De verdade, Bianca; adorei! Muito bom a escrita, com a participação de tal rs. E não deixa se levar pela vergonha... Pior é não viver um amor por não ter o feito, ou pelo menos tentado, acontecer. Beijones.

Juliana Guedes disse...

Nossa que texto lindo, amei. Sempre há alguém que nós inspirar.
Fiquei feliz por ter gostado do #JAD volte sempre.
beijos

Maíra Cunha disse...

Oi Bianca, preciso dizer, gostei muito do seu jeito de escrever,de certa forma me lembra eu! Boom...é como eu digo,o amor é essencial, mais as vezes não é o suficiente! AS vezes não é possível impedir o vento, e ele simplesmente leva tudo em bora, porem,outros ventos vem, trazendo consigo muitas surpresas!

fazdecontatxt.blogspot.com.br

Biane disse...

"Esse amor continua o mesmo, se não maior.. E mesmo assim, não consigo achar uma maneira de nos salvar de um fim estupido, dolorido e difícil."

putz...enxerguei minha vida nesse trecho! lindo teu blog flor...voltarei sempre! um beijo

7hings.com.br (Igor Thiago) disse...

Chorando, buaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa. Estou em um ápice sentimental. E ler coisas de amor, não é uma boa coisa para se fazer. Mas se você queria fazer alguém se emocionar, está aí, fez um! Muito lindo o texto, também escrevi um parecido :/


Beijos, beijos e abraços. www.7hings.com.br, visita lá, te espero..!
fanpage » twitter » músicas, filmes, livros, resenhas, sorteios e muito mais!

Lari Moreira disse...

Bom dia!
Passando pra me desculpar pela minha ausência, ando bastante ocupada e sem tempo pra responder comentários, mais sempre que puder virei te visitar, tudo bem?
E tem novos posts:
http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

Tenha um ótimo fds, fique com Deus

Aline Teles disse...

Se o amor é verdadeiro, não há vento que leve embora. Lindo o seu texto. Muito obrigada pela sua visita. Volte sempre. Beijos.

Overture disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Emanuelle Klyss disse...

Caraaaa, eu lendo teu texto comecei a relembrar tantas coisas que se passaram comigo em 2011. Eu sentia exatamente as mesmas coisas, coração taquicardio, dúvidas, etc, com a diferença que eu nunca tive coragem de pedir para aquele menino que eu amava, pra ele não ir, simplesmente deixei ele ir e não voltou. É porque não era pra ser né?

Bjs lindaaa. Boa semana. :*

Emi disse...

Intenso, sincero e tão real! É irônico quando algo tão imenso consegue gerar dúvidas, anunciar a possibilidade de um fim, não? Mas acho que se for grande o suficiente, não há fim algum. Continua, continua e continua, com seus altos e baixos, mas vitórias certas.

Lindo o blog, parabéns pelo texto tão cativante!

Beijos!

Jack disse...

q texto lindoo
ahh o amorr *-*

Gabriela Freitas disse...

Que bonito texto, bem, ele me lembrou um certo alguém em diversas partes, lembrou muito a minha história com ele, só com a diferença de que já nos tornamos um "poderia ter sido.."...e poderíamos ter sido muito.

Arione Torres disse...

Oi amiga, muito bom o post!!! Adorei!!
Boa semana, beijos.

Ariana disse...

Texto forte, intenso!
Fim de relacionamentos são complicados. Eu poderia ter escrito esse texto mudando alguns detalhes, me lembrou muito um relacionamento falido e sei como é complicado e sofrido.
Mas pode acreditar que passa!
Adorei!

Beijos

Letícia Giraldelli disse...

Você e a Moni mega arrasaram, cara.
Eu terminei meu namoro no sábado e af, deu até bad em mim! ):
Ficou demais, parabéns.

Rafael Castellar das Neves disse...

É isso! Tem que tentar até a última gosta de sangue, até o último suspiro...assim saberá que tudo foi feito...

ótimo texto!

[]s

♥ Luciana de Mira ♥ disse...

Ah que lindo como escreves!

Bruna disse...

Eu fiquei encantada com a sua delicadeza, você escreve como quem conversa e isso é tão bom.

PS: Obrigada pelo seu comentário no meu blog, é bom receber elogios de quem escreve como você.

The secret girl disse...

Acredito que todos nós ja passamos por isso, vc simplesmente conseguiu me tocar, pq sei o quanto é dificil quando se trata de amor, perfeito o texto *-* tenha uma boa semana s2

Overture disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MF Probst disse...

Cara, o que dizer? UAU!


Obrigada pelo carinho lá no PS

Emanuelle Klyss disse...

Aguardando post novo, não deixe de postar. Bjs flor. :*

disse...

adorei, está muito bonito :)

Arione Torres disse...

Oi querida,
Vim lhe desejar uma páscoa recheada de coisas boas!
Ah! Tem um selinho de 500 seguidores no meu blog, se você ainda não pegou, passe-lá e pegue o seu!
http://arionetorres.blogspot.com.br/p/selinho-comemorativo-de-500-seguidores.html
Beijos e tenha um ótimo dia!

Arione Torres disse...

Oi amiga,
Ótimo fds pra você, beijos!

Ângelo Feinhart disse...

É um dos textos mais lindos e mais doces que li ultimamente. Colocas o coração no que escreves, isto é um talento mais raro que se imagina.
"Se pudesse pedir algo, seria justamente que a nossa história não se torne só mais um 'poderia ter sido'..." É realmente lindo, extremamente poético.
Alguém já disse, em um dos comentários, o quanto és linda. Não sei se quis se referir à aparência física. De fato, és. Mas não é isso. A alma, essa alma que tens, é profundamente linda.
Um abraço

Fabrício Santiago disse...

Olá, olha eu mais uma vez por aqui, delicado o seu texto. Aproveito para avisar que postei a segunda parte do meu conto Sempre Haverá Passáros, e quero seu comentário.
Beijos e abraços
Fabrício

Peu Rocha disse...

Que texto lindo :)
Visitando sua pagina nesta tarde, resolvi ficar :)
Te espero no meu cantinho tambem e se gostar, espero q fique

bjs

AquilesMarchel disse...

me lembrou a musica 50 receitas de Leoni

na verdade é uma versão da música
texto forte
cheio de paixão e saudade
coisas raras hoje em dia

volte logo

Arione Torres disse...

Oi amiga, vim lhe desejar um ótimo final de semana, beijos!

Arione Torres disse...

Vim lhe desejar uma ótima semana, beijos!!!

Arione Torres disse...

Oi querida, tenha uma ótima semana, beijos!!

Lucas - Blog: Overture disse...

Se um dia voltares ao blog, por favor, avisa-me! Beijossss
Luc

Lucas - Blog: Overture disse...

Uma pena não teres voltado. Espero que estejas bem. Saudades de teus textos. Tu és bela em tudo que escreves.

Carol Russo S disse...

Nossa, apesar de achar esse tema muito triste e de ficar imaginando se é ou não verídica a essência que o inspirou, acho que as poesias mais bonitas nascem desse amor que se perde, ou que simplesmente se encontra em crise, mal lapidado.
Coisas tão belas nascem de amores, principalmente os não correspondidos!
Ah, mas ficou lindo o teu texto!
Gostei daqui.

Lucas - Blog: Overture disse...

Espero que estejas muito bem. Sdd. Beijossssssss Luc

Lucas - Blog: Overture disse...

Espero que estejas muito bem. Sdd. Beijossssssss Luc

Occhi di bambino disse...

Deixo este aviso novamente: se um dia voltares, se um dia passares por aqui, fala comigo. Um dia, em 2014, voltaste e foste no blogue em que eu escrevia, Overture. Não posso dizer-te a alegria que senti, pois queria tanto conversar contigo, saber de ti. Mas, então, voltaste ao silêncio dos que estão trabalhando bastante, dos que têm a vida corrida, e não pude conversar. Se algum dia pudermos, avisa-me. Saudades, Bianca. Um beijo.
Luc
P.S. - marcolucca16@gmail.com